CARNAVAL 2018: JULIANA PAES, A RAINHA DA GRANDE RIO

Escrito por Radio 104FM on .

CARNAVAL 2018: JULIANA PAES, A RAINHA DA GRANDE RIO

À frente da bateria Invocada, atriz leva para a Sapucaí o enredo "Vai para o trono ou não vai?"





Juliana Paes (Foto: Reprodução/Instagram)

Que Juliana Paes encanta e levanta a Sapucaí quando desfila à frente da bateria todo mundo sabe. Mas, este ano, a atriz promete chamar ainda mais atenção. Rainha de bateria da Grande Rio, ela virá fantasiada de Troféu Abacaxi no desfile que homenageará o comunicador Abelardo Barbosa, o Chacrinha. "Achava que já tinha passado o tempo, mas estava com saudades desse friozinho na barriga que é ser rainha e quando recebi o convite fiquei tão tentada que aceitei", conta Juliana, que desfilou de rainha no Carnaval do Rio de Janeiro de 2004 a 2008 na Viradouro.

Para fazer bonito na Avenida, Juliana está comendo de forma mais regrada e intensificou os treinos para ficar ainda mais sequinha. Misteriosa, ela não revela detalhes sobre a fantasia: "Tenho conversado com o Henrique Filho (estilista) sobre o que gosto  e o que não uso de jeito nenhum. Dou palpites, mas confio nele e acho que a fantasia vai ficar incrível", afirma.

 

A Grande Rio será a quinta escola a desfilar no domingo de Carnaval com o enredo "Vai para o trono ou não vai?", composto por EdispumaLicinho JR., JL EscafuraMarcelinho SantosGylnei Bueno e Hélio Oliveira. A tricolor de Caxias lutará pelo título tendo pela primeira vez um projeto desenvolvido pelo carnavalesco Renato Lage.

CONHEÇA O SAMBA-ENREDO DA GRANDE RIO:

O show não terminou
Vou desfilar nos braços do meu povo
Outra vez vou ficar maluco beleza
Agora aguenta coração
Caminhando e cantando, seguindo a canção
Sou o Velho Guerreiro, um tropicalista
Eu não vim para explicar, vou te confundir
Se eu buzinar… leva o troféu abacaxi

“Ê baiana”… o seu balancê me encanta
Roda e avisa, vem pro meu samba
“Quero vê-la sorrir”, “quero vê-la cantar”
Se é “Maria ou João” deixa pra lá

“E por falar em saudade”
O preto e o branco da televisão
Nas ondas do rádio, tocando amores
A luta pelos “bastidores”
Minha Florinda, a flor mais linda, desabrochou
“Chacrinha”, morada que batiza o meu sucesso
Chorando de “emoções” eu me despeço
Sou Abelardo, aquele abraço
“Recife”… na veia o orgulho nordestino
No frevo dessa gente arretada
Vou me acabar no Galo da Madrugada

“Meu iaia”, quando a sirene tocar
“A massa” toda cantar
“Vai para o trono ou vai?”
Vem mulata o bumbum rebolar
Eu vou brilhar na TV ouvir de novo dizer
“Oh Terezinha! Oh Terezinha”
“Vai começar mais um Cassino do Chacrinha”
“Oh Terezinha! Oh Terezinha”
“A Grande Rio é o Cassino do Chacrinha”

Juliana Paes (Foto: Reprodução/Instagram)
 
CARNAVAL 2018: JULIANA PAES, A RAINHA DA GRANDE RIO

Publicidade

Publicidade